DIAS DE MELO

Ontem foi um dia a recordar e não poderíamos passar indiferentes a este que era o dia de aniversário de uma importante personalidade da cultura açoriana e que muito contribuiu, em vida, para a sua afirmação e engrandecimento, falamos de José Dias de Melo que completaria 96 anos ontem, dia 8 de abril.
Autor e escritor açoriano, natural da Calheta do Nesquim, Lajes do Pico, embora partisse deste mundo em 2008, partiu deixando um importante legado do seu trabalho em vida prestado à cultura açoriana, destacando-se a sua importante ação na imprensa regional. Dias de Melo colaborou com os jornais Açoriano Oriental, Correio dos Açores, Ilha, Telégrafo e ainda com os jornais Diário de Notícias e Diário de Lisboa, em contexto nacional. Para além da imprensa, também exerceu a profissão de professor. Todavia, foi na escrita que Dias de Melo adquiriu maior reconhecimento com os seus diversos trabalhos que incidiram sobre o homem açoriano e, em especial sobre o homem baleeiro e a baleação que tanto diz a este povo.
Atualmente, a literatura açoriana encontra-se riquíssima com o espólio deixado por este importante homem que muito deu aos Açores e aos açorianos, cujos trabalhos asseguram um enorme reconhecimento das próximas gerações.
 
Publicado a 9 Abril, 2021