Renata Brum homenageada pela Federação de Empresários e Profissionais Luso-Canadianos

Renata Brum homenageada pela Federação de Empresários e Profissionais Luso-Canadianos
Renata Brum, natural de Rabo de Peixe, Juíza no Canadá “Vim para o Canadá com quatro anos (…) e os estudos deram-me carreira de sucesso”
Chama-se Renata Brum, tem 50 anos de idade, nasceu em Rabo de Peixe, ilha de S. Miguel, e é hoje uma das personalidades mais conhecidas da comunidade açoriana naquele país, de quem a diáspora se orgulha. Acaba de ser homenageada pela Federação de Empresários e Profissionais Luso-Canadianos, numa cerimónia que contou com dezenas de convidados. Segundo o Milénio Stadium de Toronto, Michelle Jorga, Presidente da Federação, começou por destacar o facto de 50% da direcção da Federação ser composta por mulheres. “Eu sou formada em direito e actualmente exerço na empresa Jewell Radimisis Jorge Advogados. Hoje metade dos estudantes de direito são mulheres e isso é incrível”, disse. Por sua vez, a Juíza Renata Brum, que é licenciada em criminologia e tem um mestrado em teologia, com cinco filhos e divorciada, oriunda de uma família humilde, diz que a sua experiência de imigrante é a chave do seu sucesso. “Vim para o Canadá com quatro anos e quando chegámos o meu irmão foi atropelado à frente de casa. A minha mãe não falava inglês e teve de memorizar o caminho para ir visitá-lo ao hospital. Na carteira tinha um papel com a nossa morada para o caso de se perder. Esta e outras experiências forjaram a minha personalidade e permitiram-me alcançar a vida que tenho agora”, contou. Renata Brum conta a sua própria história aos novos imigrantes para alertá-los para a importância de aprender inglês. “Quando mostrei aos meus pais um teste com 96% eles perguntaram-me onde estavam os outros 4%. Eles tinham apenas a 4.ª classe mas sempre me incentivaram a estudar e a ter uma carreira de sucesso”.
Fonte: Diário Açores dia 25.03.2018

Publicado a 26 Março, 2018