PÁSCOA, UMA FESTIVIDADE REPLETA DE TRADIÇÕES

Nos Açores, por todas as ilhas, vive-se grandes e remotas tradições nesta quadra festiva da Páscoa, as quais permanecem ao longo dos anos, passando de geração em geração, onde a essência cristã se mantém muito presente.

As festividades da Páscoa, no nosso arquipélago, desenvolvem-se em volta das celebrações eucarísticas, uma vez que maioritariamente dos açorianos são católicos. Sendo assim, a preparação para a Páscoa do Senhor inicia-se com a Quarta-feira de Cinzas, primeiro dia da Quaresma, tempo que é fortemente marcado pelas Romarias Quaresmais na ilha de São Miguel. A Semana Santa, semana que antecede à Páscoa, liturgicamente conta a caminhada de Cristo até à Cruz, sendo assim é vista pelos católicos como dias de silêncio e maior reflexão, onde são destacados os dias da Quinta-feira Santa, com a solenidade do “Lava-Pés”, e a Sexta-feira Santa, dia da Crucificação de Cristo, dia este que impõe grande respeito entre os crentes, onde a tradição do jejum (não comer carne) ainda perdura nestas ilhas, assim como são realizadas a Procissão do Senhor Morto e a Via-Sacra simbolicamente encenadas em alguns locais.

Solenidade de “Lava-pés” aos Romeiros de Rabo de Peixe, 1988

 

É no Sábado da Páscoa, liturgicamente chamado Sábado de Aleluia, dia da Ressurreição de Cristo que o silêncio é quebrado e o jejum e a penitência do tempo quaresmal terminam. No Domingo de Páscoa é celebrado este importante momento que muito diz a todos os católicos e neste caso a todos os açorianos, através de celebrações eucarísticas. Também neste dia, em algumas localidades, é comum a realização de Procissões dos Enfermos, assim como, é neste domingo que se iniciam as celebrações em honra do Divino Espírito Santo através das Domingas.

Visita aos Enfermos, pintura a óleo de Domingos Rebelo “Viático”, 1919
Procissão dos Enfermos, Lagoa, ilha de São Miguel, 1960

 

Nos Açores, a celebração da Páscoa faz-se acompanhar de grandes convívios familiares à volta de mesas recheadas de pratos e iguarias regionais, onde se destacam os assados mistos, as alcatras e os torresmos, enquanto na doçaria não podem faltar as saborosas amêndoas, os chocolates e os tradicionais bolos de massa, que nesta época adotam uma nova dominação- Folares- isto porque, é de costume açoriano colocar amêndoas ou um ovo no seu interior.

Alcatra da Terceira
Folares da Páscoa
Folares da Páscoa

Publicado a 1 Abril, 2021