60 anos de Capelinhos e o Refugee Act

Há 60 anos o vulcão dos Capelinhos emergia e aterrorizava os Açores, mas também abriria oportunidades para a emigração açoriana para os EUA, muito devido à pressão da comunidade portuguesa nos estados de Rhode Island e Massachusetts.

Segundo Maria Helena Anacleto “A pedido dos constituintes luso-americanos, os Senadores John Pastore, de Rhode Island e John Kennedy, de Massachusetts, promoveram em conjunto uma Congressional Bill no Verão de 1958, que veio a tornar-se no chamado Azorean Refugee Act, decisão que permitiu a emissão de mil e quinhentos vistos fora da quota regular a chefes de família do Faial (incluindo os seus dependentes), para serem usados até 30 de Junho de 1960. Uma emenda em 1960 aumentou o número de vistos para dois mil, a serem usados até Junho de 1962. Devido a um desastre natural, 4811 portugueses foram para os EUA, além da quota regular de imigrantes.”

Segundo Onésimo Almeida, o “grande motor de toda a iniciativa que redundou no Azorean Refugee Act se deveu a Joseph Perry, um Representante luso-americano ao Congresso Estadual de Rhode Island, que foi quem mobilizou a comunidade para exercer pressão política junto dos senadores federais John Kennedy, de Massachusetts, e John Pastore, de Rhode Island.”

olivia kennedy

Publicado a 18 Setembro, 2018