Iniciativas

A Associação pretende ter uma dimensão internacional, abrangendo toda a Diáspora. Continuamos a trabalhar para os nossos objetivos, dos quais se destacam o apoio aos Emigrantes e o serviço à nossa terra.

Uma das atividades da nossa Associação com mais visibilidade é a realização anual da Taça do Emigrante. A Associação dos Emigrantes Açorianos e a equipa organizadora da Taça do Emigrante-Torneio de Golfe (Azores Emigrant Cup) reúnem-se regularmente para preparar este torneio que permite reunir os Emigrantes com suas famílias, amigos e descendentes em convívio na prática do golfe, aproximando as comunidades da Diáspora e os Açores. O Governo dos Açores, a Azores Airlines, o Clube de Golfe de S. Miguel e a Ilhas de Valor apoiam esta promoção do destino Açores.

Em fevereiro de 2017, a AEA organizou o seu primeiro Seminário, “Perspetivas para um futuro do Emigrante de ontem ou de hoje”, no Nonagon (Lagoa, S. Miguel), com a participação de prestigiados académicos e entidades governamentais e diplomáticas, oriundos dos Açores e dos países de acolhimento, em dois painéis dedicados a “Desafios colocados pelo envelhecimento populacional na Diáspora Açoriana e nos Açores” e a “Programas/oportunidades de investimento económico/empresarial no Canadá, EUA e Açores”.

Todos os anos, a AEA tem vindo a colaborar e a marcar presença no almoço de Ação de Graças em Ponta Delgada, uma iniciativa do Governo dos Açores, através da Direção Regional das Comunidades, em parceria com o Gabinete do Xerife de Bristol County, Thanks Giving.

A Associação colabora com a Rádio Voz do Emigrante, de Fall River (Mass., EUA) e com a jornalista Maria de Lourdes, num projeto de apoio didático para algumas das escolas da Ilha de S. Miguel.

A AEA também colaborou com o evento Festival das Migrações, em junho 2015, nas Sete Cidades (S. Miguel).

A Associação dos Emigrantes Açorianos tem protocolos de colaboração com:

  • Onze Casas dos Açores: Lisboa, Algarve, Norte, Nova Inglaterra (Mass., EUA), Hilmar (Calif., EUA), Ontário (Canadá), Quebec (Canadá), Winnipeg (Manitoba, Canadá), Santa Catarina (Brasil), Rio Grande do Sul (Brasil) e Rio de Janeiro (Brasil)
  • Governo dos Açores e Direção Regional das Comunidades
  • Museu da Emigração Açoreana
  • Azores Airlines
  • ARRISCA-Associação Regional de Reabilitação e Integração Sócio-Cultural dos Açores
  • AIPA-Associação dos Imigrantes nos Açores
  • ATURG-Associação de Turismo da Ribeira Grande
  • Câmaras municipais: Ribeira Grande, Lagoa, Povoação, Lajes das Flores e Horta
  • RTP-Açores
  • Nélia Vaz (advogada)
  • Clube de Golfe de S. Miguel
  • Ilhas de Valor
  • Azores Greenmark
  • Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada
  • Rádio Voz do Emigrante

A Associação dos Emigrantes Açorianos reúne-se frequentemente com várias entidades internacionais, regionais e locais, como embaixadores, governantes e deputados regionais, autarcas e dirigentes de várias entidades de serviço social e cultural.

A AEA está a colaborar ativamente com a Câmara Municipal da Ribeira Grande no Projeto Saudades da Terra, dando continuidade à ajuda mútua entre esta Associação e a Ribeira Grande, ao serviço da Comunidade Emigrante, tanto nos Açores como na Diáspora.

A Associação tem uma placa de pedra no Stanley Park, em Vancouver (BC, Canadá), como um dos apoios ao Projeto Shore to Shore, e esteve presente e colaborou na cerimónia de homenagem a Portuguese Joe, em abril de 2015.

Outras participações em eventos:

  • Simpósio Internacional sobre os Direitos Humanos e Qualidade de Vida nas Comunidades Falantes de Português nos Estados Unidos da América e Canadá, em Massachusetts (EUA), em 2011
  • Metropolis 2011, em Ponta Delgada (S. Miguel)
  • Conselho Mundial das Casas dos Açores, no Rio de Janeiro (Brasil), em 2011
  • Semana Cultural em Toronto (Ontário, Canadá), em 2011
  • II Encontro dos Emigrantes Regressados (Terceira), em 2011

A Associação dos Emigrantes Açorianos tem feito um permanente esforço de divulgação, informação, sensibilização e angariação de sócios, através da presença em encontros nas freguesias dos Açores, sobretudo na Ilha de S. Miguel mas também com deslocação de dirigentes ao Grupo Central (Terceira, S. Jorge, Graciosa, Faial e Pico) e às Flores, coincidindo com as Festividades dos Emigrantes locais.